18 de novembro de 2011

3

Quanto cobrar pela sua costura?

Post maravilhoso, feito por uma de minhas musas nas artesanias, ANA CLAUDIA MATTOS.


Recebo sempre muitas perguntas sobre que preço colocar nas peças produzidas. As dúvidas são muitas, e, principalmente para quem está começando, essa é uma tarefa difícil.
Para facilitar a vida de outras pessoas, que, como eu, já quebraram a cabeça com essas continhas, resolvi fazer um post sobre o assunto.Vamos simplificar:
TecidosUma vez escolhido o projeto, é preciso comprar e utilizar os insumos da forma mais eficaz possível: pesquisar, ficar de olho nas promoções, comprar em atacado quando possível e (ai!) resistir à tentação de comprar materiais desnecessários.
É também igualmente importante evitar o desperdício. Para isso, aconselho a planejar o corte e guardar os retalhinhos. Acredite: você vai usá-los. Aqui no Blog da Chica Bacana tem um exemplo de tutorial de patchwork com aproveitamento de retalhos.
Escolhido o projeto e comprado o material, mãos à obra.
Peça pronta, fofa. E agora, por quanto vai vender?
A primeira coisa a fazer é calcular o quanto você gastou. Para facilitar sua vida, criei uma planilha bem simples de usar que calcula sozinha o custo do material!
Clique aqui para fazer download.
Costura Bacana
É super simples de usar: preencha as células cinza. Preenchi com um exemplo para facilitar o primeiro uso. Ficou realmente muuuito prática!
Beleza, já calculou o custo dos materiais gastos no seu projeto. Agora ficou mais simples estabelecer o quanto cobrar. Você pode utilizar alguns indicadores que lhe ajudarão a ter um ponto de partida:
Costurando
- Estabeleça um valor para a sua hora de trabalho. Lembre-se: se você é iniciante e ainda demora muito para fazer as peças, seja coerente e estabeleça um valor de hora mais baixo para não encarecer demais a peça.
- Estabeleça um percentual de lucro que deseja obter com a venda do produto e faça um cálculo simples.
Por exemplo: se deseja obter um lucro de 60%
1. Some o custo dos insumos com o custo das suas horas de trabalho;
2. Some outros custos: embalagem, correios, impostos, etc;
3. Multiplique o valor encontrado por 1,60;
- Pesquise os preços cobrados pelos seus concorrentes, lembrando sempre comparar produtos similares, com materiais iguais ou o mais próximos possível do seu produto. Pesquise tanto na Internet como em Shoppings na sua cidade;
- Compare o preço calculado com os preços dos concorrentes e faça os ajustes para que o seu produto não fique com um preço muito “fora da curva” –  a menos que essa seja uma estratégia de diferenciação!
Algumas dicas úteis:
Manequim- Rreduzir os custos é fundamental para quem quer ver o seu negócio crescer;
- Esse é um mercado concorrido. É preciso se diferenciar e focar na expectativa de qualidade do seu público alvo;
Não há produto melhor, nem pior: há a expectativa do seu cliente a ser preenchida!
SUCESSO!!!

3 comentários:

  1. quando chega a hora de colocar o preço nas peças é sempre um problema. Eu aprendi um cálculo similar na faculdade, e tem me ajudado bastante.
    Antigamente a mania era de colocar 3 vezes o valor gasto, mas com tanta concorrência é preciso pensar muito bem, para não ser um abuso pro consumidor e nem pouco para quem produz.

    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga blogueira!

    Sou Yvelizy Schaeffer do blog LUCENA ARTES
    e vim através do Blogueiras Unidas conhecer seu cantinho.
    Gostei daqui e já estou te seguindo!
    Aguardo sua visita para conhecer
    meu cantinho e seguir!
    Ótimo semana pra ti !!!!

    Blogueiras Unidas - Nº624
    http://lucenaartes.blogspot.com

    Beijo....
    Fui.

    ResponderExcluir
  3. Oi td bem?
    Tb sou das blogueiras unidas n°1124 e já estou seguindo.
    Venha visitar o meu cantinho e seguir tb
    http://maosdemocas.blogspot.com/
    Bjs

    ResponderExcluir

Blog de manualidades y artesanias.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...